A importância da interação social na advocacia

with Nenhum comentário

Rayssa Rodrigues Lopes

Advogada e integrante da Comissão de Eventos e Cerimonial da 48ª Subseção da OAB/MG.

Email: rayssarl@yahoo.com.br

A OAB Divinópolis por meio da Comissão de Eventos e Cerimonial, não tem medido esforços para reunir e unir a advocacia divinopolitana, e assim tem realizado eventos cada vez mais atrativos e dinâmicos. Nesse primeiro semestre já aconteceram vários eventos como palestras e cursos de capacitação com o objetivo de preparar o(a) advogado(a) não só profissionalmente, mas acrescentar e auxiliar sua vida pessoal, já que o processo de aprendizado é constante e se amplia na medida em que os indivíduos trocam seus saberes com outros profissionais e grupos sociais.

O mundo digital faz parte da realidade de grande parcela da sociedade, permitindo novas formas de comunicação e pensamentos. Por um lado, se potencializou a interação virtual, por outro houve um afastamento dos indivíduos mais próximos fisicamente, havendo certa carência de contato pessoal. A era digital permite que sejamos pessoas “multitarefa” buscando a todo tempo novas informações, e o mundo digital, apesar de possuir informação rápida disponível a um clique da internet, não substitui alguns aspectos que somente a interação de corpo presente, “olho no olho” é capaz de oferecer, como a capacidade de discernimento da comunicação não verbal, entonação da voz, postura e gesticulação, bem como de emoções.

A interação da classe, a troca de experiências e ideias possibilitam um melhor desempenho da profissão no dia a dia. Nada como poder sair do clima estressante de um dia de trabalho e relaxar um pouco. Com a cabeça fria você produz mais e amplia a possibilidade de insights criativos, sem contar que no dia seguinte a prática do trabalho se torna mais motivada e eficiente.

Somos por natureza as criaturas mais sociais do planeta e é necessário praticar as habilidades sociais tendo tempo livre de aparelhos eletrônicos. Segundo a máxima de Aristóteles (384-322 a.C.), “O homem é por natureza um animal político” e demanda se comunicar, pois necessita viver em sociedade e exercitar sua sociabilidade, que por sua vez utiliza-se da interação.

A tecnologia é uma realidade incontestável e nos privar dela é impossível, portanto há uma necessidade de recuperar a interação estimulando a cognição social, trabalhando o reconhecimento de emoções e a empatia. Para se destacar na carreira é importante ter um bom networking, além de saber lidar bem com pessoas para desenvolver projetos e trabalhos.

E com esse espírito de interação e sociabilidade que a 48ª Subseção da OAB/MG em Divinópolis, vem promover a 2ª edição do Happy Hour Jurídico – denominado por nós Happy Ordem. O termo Happy Hour significa “hora feliz” em português, e se refere a um momento de confraternização, música e “comes e bebes” depois do expediente. Nele, os participantes conversam sobre diversos assuntos e têm a oportunidade de descontrair e aliviar o ritmo acelerado de trabalho, e nesse clima descontraído podem surgir novas ideias, projetos e oportunidades.

A 2ª edição do Happy Ordem acontecerá no dia 13/06/2019 às 17h na Maria Baguette, na Rua Mato Grosso, 884, Centro, e será ainda mais atrativa. Haverá atendimento personalizado, descontos especiais, sorteios de brindes, e o som ficará por conta do cantor divinopolitano Jubah. Assim, convidamos a toda a advocacia divinopolitana e região a participarem dessa “hora feliz”, para que juntos possamos construir novos laços e render bons frutos.

 

Rayssa Rodrigues Lopes– Advogada e integrante da Comissão de Eventos e Cerimonial da 48ª Subseção da OAB/MG. Email: rayssarl@yahoo.com.br