O advogado como protagonista

with Nenhum comentário

Manoel José Brandão Teixeira Junior – Advogado e Presidente da OAB Divinópolis – email: manoelbrandaoteixeira@gmail.com

O advogado é o profissional da palavra e a advocacia é exercida por meio da argumentação sóbria, inteligente e eficaz. Por isso mesmo, os advogados se aprimoram diariamente, sendo que o exercício dessa importantíssima profissão demanda estudo, leitura e conversa com os inúmeros segmentos da sociedade.

A classe dos advogados, tendo em vista que recebe demandas de toda ordem, nos mais diversos segmentos, acaba se tornando uma profunda conhecedora dos problemas e dos anseios sociais, tendo, diante do juramento prestado, como obrigação inarredável a defesa da Constituição e do Estado Democrático de Direito.

Aliás, a advocacia somente pode ser exercida na sua plenitude diante de um ambiente democrático, pois, fora dele, prevalecem a violência, a arbitrariedade e o compadrio. Fora do ambiente democrático, a argumentação perde espaço para a força e o Direito se transforma num mero instrumento de concessão e manutenção de privilégios.

A advocacia é profissão dos corajosos. Daqueles que tem coragem para falar, mas também aceitam o desafio de ouvir e conviver com posições muitas vezes antagônicas. Ora, conviver com uma opinião divergente, além de demandar grande nível de civilidade, também encerra enorme maturidade, porquanto nos obriga a sair de uma posição de conforto para tentar enxergar o outro ponto de vista.

Essa característica é exercitada pelos advogados diariamente, seja no discurso forense, seja na resolução dos diversos problemas colocados nos escritórios. Disso decorre a beleza e a nobreza da profissão, pois, é do debate civilizado e inteligente, que surge a verdadeira paz social, mediante a solução dos diversos conflitos.

Na sua obra Medida por Medida: o Direito em Shakespeare, José Roberto de Castro Neves nos ensina que “Na Constituição Federal brasileira, registra-se, no artigo 133, que ‘o advogado é indispensável à administração da justiça’. Não é apenas uma profissão, mas uma função de altíssimo relevo social. O advogado garante que os cidadãos formulem seus pleitos adequadamente, exercendo seus direitos de forma responsável. Também cabe aos advogados proteger os seus clientes de ilegalidades. Sem o advogado não haveria justiça. Eis porque o revolucionário Dick, da obra se Shakesperare, deseja a morte aos advogados.”

Para quem não conhece a obra citada acima, vale a pena a respectiva leitura, uma vez que, analisando os textos do grande escritor inglês, o autor ressalta o protagonismo dos advogados, especialmente nos momentos que demandaram grandes transformações sociais.

 

 

É diante deste quadro que a classe dos advogados possui a importante missão de funcionar como um instrumento eficaz para que sejam evitados verdadeiros excessos e exagerada polarização das relações sociais. Como formadores de opinião e bons conselheiros, os advogados fomentam o debate saudável, justo e perfeito, evitando, por meio do Direito, o mero recrudescimento das relações humanas.

É importante lembrar que nenhuma sociedade sai vitoriosa dos extremismos, porquanto a verdadeira virtude está no caminho do meio, no equilíbrio dos diferentes pontos de vista, na compreensão e na harmonia.

Disso decorre a grandeza da advocacia moderna, que deve se enxergar como protagonista, incentivando, com diálogo aberto, a liberdade, a igualdade e a fraternidade nos dias de hoje.

Feliz 2020, são os sinceros votos da OAB\MG – 48ª Subseção!

 

Manoel José Brandão Teixeira Junior – Advogado e Presidente da OAB Divinópolis – email: manoelbrandaoteixeira@gmail.com